4encontroaftosa

O Conselho Regional de Medicina Veterinária do Estado do Ceará (CRMV-CE), através da tesoureira da instituição, Dra. Patrícia Facó, esteve presente na reunião-almoço para acompanhamento e planejamento de ações referentes aos meses de setembro e novembro para o enfrentamento da Aftosa no Estado. O encontro, que faz parte das atividades do grupo gestor do Plano Nacional de Enfrentamento a Febre Aftosa, que se encontra em sua 4ª reunião, ocorreu no último dia 21/08.

Dentro das programações instituídas pelas instituições participantes estão , no mês de setembro, Audiência pública na Assembleia Legislativa do Ceará sobre Plano Nacional de Enfrentamento a Febre Aftosa no Ceará. Já em novembro realizar-se-á o 1º Fórum de Discussão do Plano Nacional de Enfrentamento a Febre Aftosa no Ceará.

Estiveram presentes os representantes da SFA/MAPA, SEDET, ADAGRI, CRMV-CE, FIEC, FAEC, e EMATERCE. As reuniões da equipe gestora vêm ocorrendo mensalmente no acompanhamento das metas traçadas para inserir o estado do Ceará na categoria de área livre de febre aftosa sem vacinação.

O Programa Nacional de Erradicação e Prevenção da Febre Aftosa (PNEFA) tem como estratégia principal a manutenção de zonas livres da doença, de acordo com as diretrizes estabelecidas pela Organização Mundial de Saúde Animal (OIE).

A execução do PNEFA é compartilhada entre os diferentes níveis de hierarquia do serviço veterinário oficial com participação do setor privado, cabendo a cada um as responsabilidades destacadas na figura abaixo. Os governos estaduais, representados pelas secretarias estaduais de agricultura e instituições vinculadas, responsabilizam-se pela execução do PNEFA no âmbito estadual.

Artigos relacionados
Ao todo, 12 inscritos estão aptos a atuarem de forma legal no mercado de trabalho O Conselho Regional de Medicina Veterinária do Estado do Ceará (CRMV-CE) real...
Continue lendo...
(Créditos - CFMV) CFMV cria diretrizes pelas boas práticas veterinárias em estabelecimentos de exposição e comercialização de animais. 12 de janeiro de 2015...
Continue lendo...
A vítima residia no bairro Álvaro Weyne. A enfermidade preocupa pela grande capacidade infectiva Doença que tem preocupado especialistas, a febre chikungunya f...
Continue lendo...