Vetmóvel

O vice-presidente do Conselho Regional de Medicina Veterinária do Estado do Ceará (CRMV-CE), Dr. Danel Viana, participou da solenidade de posse dos médicos veterinários aprovados em seleção pública para atuarem no VetMóvel, na manhã da quarta-feira (30/05), no Parque do Cocó. A atividade representa um ganho para a classe, com o fortalecimento das políticas públicas para animais e acréscimo de profissionais médicos veterinários no mercado da capital, além da disponibilização de serviços que buscam o bem-estar de animais para a população.

 

“ Esse é um momento histórico em que pela primeira vez na Cidade a Gestão Municipal vem mostrando esforços concretos para a causa animal, com a posse de profissionais médicos veterinários qualificados e de acordo com toda a legislação e cuidados que os animais merecem. Nós do Conselho participamos desse momento, desde da seleção dos profissionais, quanto do direcionamentos relacionados à Legislação. Parabenizamos o Prefeito pelos esforços, antes nunca realizados, através de políticas públicas em prol do bem-estar animal que vem realizando”, declarou Daniel Viana.

 

Durante o evento, o prefeito Roberto Cláudio lembrou o ganho social com a atividade. “Hoje, o VetMóvel começa a funcionar com equipe fixa, permanente e de médicos veterinários contratados. A ideia é que seja um aparelho cirúrgico e clínico móvel, cobrindo a Cidade inteira. Com ele, vamos ampliar e descentralizar essa atividade, de forma gratuita, principalmente nos bairros mais carentes, onde, muitas vezes, as pessoas não têm como arcar com os cuidados necessários de seus animais”, afirmou.

 

Entre os serviços que serão ofertados, estão a castração de cães e gatos e atendimentos clínicos-veterinários. Também serão ofertados vacinação antirrábica e realização de exames rápidos para detecção do Calazar (Leishmaniose), registro geral animal, distribuição de material educativo, palestras sobre bem-estar animal e guarda responsável.

 

A castração será disposta apenas para aqueles tutores que comprovarem baixa renda (participação em programas sociais, como o NIS, Bolsa Família, etc), ou para animais provenientes de ONGs e Abrigos. O procedimento só será feito após avaliação do clínico veterinário, realização de exames complementares e após o tutor ou protetor independente assinar um termo de responsabilidade. O pós-operatório é de inteira responsabilidade do tutor ou responsável pelo animal.

Vetmóvel12

Os animais de pontos de abandono somente serão atendidos se acompanhados pelo protetor independente do referido ponto, que deverá assinar o termo de responsabilidade e assumir o cuidado desses animais durante o período de 10 dias do pós-operatório, oferecendo um Lar Temporário (LT) para os mesmos. É necessário que o animal esteja em jejum de água de, no mínimo, seis horas e de alimento, no mínimo, 12 horas antes do procedimento cirúrgico.

 

Toinha Rocha, coordenadora especial de Proteção e Bem-Estar Animal Municipal (Coepa), lembrou que esta é uma vitória para a causa animal e para a Cidade. “Hoje é um dia de festa, de alegria para os animais, protetores e ONGs. Agradecemos primeiramente ao Prefeito por essa vontade política de resolver esse problema da causa animal. Já iniciaremos as atividades hoje e continuaremos com a programação. Agora, as pessoas poderão saber como proceder caso necessitem desses serviços, tendo acesso de forma gratuita”, declarou.

 

O VetMóvel funcionará sempre de segunda a sexta-feira, de 8h às 12h e de 13h às 17h. Nas segundas e quartas-feiras, é prestado atendimento cirúrgico de gatos, quintas-feiras, atendimento cirúrgico de cães, e, às sextas-feiras, retorno veterinário, quando o profissional fará avaliação e retirada dos pontos dos pets.

 

Ao todo, quatro médicos veterinários atuarão no novo equipamento, prestando importante serviço à saúde animal e humana, sendo dois cirurgiões, um clínico geral e um anestesista, como explicou Tiago Vasconcelos, profissional aprovado na seleção municipal. “Para além, da valoração do profissional e o bem-estar do animal, quem ganha é a população, pois evita a grade quantidade de animais nas ruas que podem proliferar doenças”, disse.

A ação é desenvolvida pela Coepa, que é vinculada à Secretaria Municipal de Conservação e Serviços Públicos (SCSP). A iniciativa faz parte das ações programadas para 2018 com o objetivo de envolver, cada vez mais, a sociedade no combate aos maus tratos e abandono de animais na Capital Cearense.

Artigos relacionados
    Entre os dias 03 e 04 de novembro de 2016, um grupo de presidentes do CFMV & CRMVs se encontrou em Salvador (BA) para discutir a composição e o mode...
Continue lendo...
Ao todo, nove novos profissionais estão habilitados a atuarem no mercado de trabalho cearense.   O Conselho Regional de Medicina Veterinária do Estado do Ce...
Continue lendo...
PORTARIA nº. 034/2017   Ementa: Normatiza que não ocorrerá expediente no dia 8 de setembro de 2017 no âmbito do CRMV-CE e dá outras providencias.      ...
Continue lendo...