I SEM. SOBRE POLÍTICAS E ESTRATÉGIAS PARA GESTÃO ANIMAL DE FORTALEZA

O Conselho Regional de Medicina Veterinária do Estado do Ceará (CRMV-CE), em parceria com o gabinete da vereadora Cláudia Gomes, realizou nesta segunda-feira (28/08), o I Seminário sobre Políticas e Estratégias para Gestão Animal de Fortaleza, no Auditório Ademar Arruda – Câmara Municipal de Fortaleza. A atividade teve como objetivo fortalecer a medicina veterinária na casa do povo fortalezense, com intuito de discutir o bem-estar animal e o fomento de políticas públicas.

“Essa ação busca soluções definitivas e permanentes para o problema do animal abandonado. O Conselho tem uma responsabilidade muito grande nessa temática, por isso, observamos a questão do bem-estar e do animal em estado de abandono sobre diversos ângulos, dentre eles o da saúde pública e da saúde única, que é a animal, humana e ambiental. Estamos buscando políticas públicas permanentes para que possamos minimizar essa situação dos animais abandonados”, afirmou o presidente do CRMV-CE.

O evento abordou diversas questões como as ações e projetos vinculados aos animais pela Câmara Municipal de Fortaleza, a carência de políticas públicas em gestão animal e os riscos para a saúde única, o Controle populacional de animais em estado de abandono – experiência do município de Manaus.

Para a vereadora Cláudia Gomes, esse foi um momento de fortalecer a temática, junto a atores estratégicos e a Câmara Municipal. “Nossa intenção é juntar todos que pensam na causa animal, para que possamos ter um conhecimento mais científico da situação. Trouxemos palestrantes de outras cidades e da nossa cidade para que em conjunto possamos ter um foco e objetivo principal, de melhorias do bem-estar animal”, declarou.

Presente no evento, a secretária adjunta da Saúde de Fortaleza, Itamárcia Araújo, considerou o Seminário de importância histórica. “Estamos agora resgatando parte da prioridade que o assunto requer. A Secretaria Municipal da Saúde de Fortaleza tem o interesse e o entendimento de que é fundamental que estejamos alinhados com as políticas públicas da saúde animal. Estamos sim interessados na temáticas e queremos priorizar na nossa gestão a questão da saúde pública animal”, completou.

Outra temática abordada foi a do fortalecimento do Hospital Veterinário da FAVET/UECE, como uma solução para acesso dos animais ao serviço de saúde veterinária, frete a diversas problemáticas abordadas. Nailton Bezerra - Diretor da Favet, comentou sobre a necessidade de fortalecer as práticas de bem-estar, como um todo. “Este é momento de grande importância, uma oportunidade que não deve ser desperdiçada pela medicina veterinária de ter esse contato com a casa do povo e direcionar toda essa vontade e energia, não só ao bem-estar, mas ao todo com o cuidado dos animais. Esse é o momento da categoria, do CRMV-CE reivindicar amenizar os problemas do abandono animal como um todo, na cidade”, disse.

Como resultado final do evento, foi definido a criação e elaboração do “Pacto pela Saúde e Proteção Animal da Cidade de Fortaleza”. O documento, que será escrito por diversas mãos envoltas na temática do fortalecimento do bem-estar animal, trará propostas para o fortalecimento da saúde e bem-estar animal.

Veja a galeria de fotos

Artigos relacionados
do CRMV-CE na data de 14 de dezembro de 2018 e dá outras providências. O Presidente do Conselho Regional de Medicina Veterinária do Estado do Ceará – CRMV-...
Continue lendo...
Com a posse, nomes de referências dentro da medicina veterinária e zootecnia recebem reconhecimento temático da instituição cearense. O Conselho Regional de ...
Continue lendo...
O tema principal do evento será as dimensões tecnológicas e sociais da Zootecnia. No ano em que a Zootecnia brasileira completa 49 anos, Fortaleza tem o praz...
Continue lendo...